A tríade de mídia aplicada aos estágios de conversação

Hoje vamos fundir dois conceitos que são totalmente convergentes: a tríade de mídia (leia mais sobre mídia comprada, própria e social em A tríade de mídia digital) e os estágios de conversação (leia mais sobre desconhecidos, consumidores e engajados em Inspirando conversações no meio digital). O objetivo será auxiliar na construção de um plano de mídia eficiente, focado na otimização de investimentos e nos objetivos de negócios.

Para os usuários desconhecidos precisamos dizer quem somos. A mídia comprada tem aqui um papel fundamental para gerar awareness e direcionar tráfego. Ações de anúncio de novos produtos e serviços, a fim de conquistar novos consumidores, têm aqui seu lugar garantido. O mesmo para os grandes picos de investimento de campanhas.

Para os consumidores, que já experimentaram, pelo menos uma vez, produtos e serviços de sua empresa – e que deixaram seus preciosos dados armazenados em bancos de dados de marketing – muito investimento em mídia comprada já não é necessário, porque o objetivo agora é monetizar o tráfego. Os consumdiores se contentarão facilmente com a mídia própria, incluindo as ações de CRM.

Por fim e não menos importante, as mídias sociais são as grandes responsáveis por alimentar o diálogo e gerar engajamento. Testemunhais em páginas de produtos, vídeos demonstrativos feitos por consumidores dedicados a investir tempo e recursos para educar outros potenciais consumidores ou atitudes simples como tornar-se fã de uma comunidade de uma determinada marca são atividades de baixo investimento por parte da empresa, mas que vão gerar alto retorno e positiva polaridade. A principal atitude aqui, caro marketeiro, é criar um ambiente propício à proliferação de tais conversas. Em outras palavras, providencie a plataforma, seja receptivo e seus fiéis consumidores farão todo o resto.

Share This Article :

Related Posts

Inovação e empregabilidade

15 de fevereiro de 2018

Leave A Reply